sexta-feira, setembro 30, 2016

Estimulação visual com contraste

CORES INTENSAS E CONTRASTANTES

Prof. Eliane Caetano Venturella

Nesta atividade utilizei o contraste com base amarela e preta onde a criança deveria perceber objetos da mesma cor ou cores contrastantes, ora na faixa amarela, ora na preta. Apresentei os objetos aproximando-os dos olhos da criança. O objetivo é que após perceber, o educando pegue e manuseie, sendo capaz, posteriormente, de captar a presença de um objeto, reconhecê-lo e/ou identificá-lo (mesmo que parcialmente) sozinho.

Observação:
1. A tonalidade cromática do objeto deverá contrastar com o fundo ambiental ou se o objeto tiver mais de uma cor, sua combinação precisa ser diferenciada.
2. Manter repetidos contatos visuais com os estímulos apresentados, tanto em forma estática como em movimento, respeitando o campo visual da criança e a distância a qual possa perceber o objeto.
3. Nos casos onde exista maior visão em um olho, apresentaremos os estímulos no campo visual dominante.
4. Realizar seguimento do objeto em movimento horizontal, vertical, diagonal e circular (sempre iniciando com pequenas pausas na parte central).
5. Localizar o objeto, assinalar ou indicar de onde está ou pegá-lo é fundamental para organização cognitiva da criança.
6. Discriminar entre dois ou mais objetos facilita associar, pode optar e fazer demandas, naquelas crianças com graves dificuldades na expressão verbal. 


Peças de encaixe em cima de EVA's
João Victor
João Gabriela explorando os objetos


João Victor
 

 
 
 
 

quinta-feira, setembro 29, 2016

Período de adaptação no atendimento!

Importância do estabelecimento de vínculo para o atendimento fisioterapêutico de crianças com deficiência

Fisioterapeuta Karine de Oliveira Amorim
Educanda: Sophia de Moura

 O atendimento fisioterapêutico, além de intervenções motoras, deve também proporcionar ambiente favorável e materiais variados, além de interações afetuosas entre a criança e o profissional. Nos primeiros atendimentos realizamos o estabelecimento de vínculo através de brincadeiras livres e dirigidas, músicas e jogos, de acordo com a idade e comprometimento da criança. Mas não é uma tarefa fácil, afinal o profissional fisioterapeuta tem que conquistar a confiança da criança, interagindo amistosamente com ela, que, dessa forma, passará a colaborar mais com o tratamento. O papel da família também é extremamente importante para o sucesso do período de adaptação, pois deve demonstrar tranquilidade e segurança à criança. Para isto, também convidamos os pais/responsáveis para conhecer o ambiente terapêutico e participar do atendimento, esclarecendo dúvidas e receios sobre a fisioterapia. O envolvimento dos pais pode auxiliar a criança a se adaptar melhor, além de fornecer informações sobre os objetivos motores mais importantes para a família. A parceria entre fisioterapeuta e familiares é de extrema importância para maiores ganhos na reabilitação da criança.

Referências:
Gennaro, L. R. M. e Barham, E. J. Estratégias para envolvimento parental em fisioterapia neuropediátrica: uma proposta interdisciplinar. Estudos e Pesquisas em Psicologia. Universidade Federal de São Carlos, 2014.
Ribeiro, J. R. et al. Tipo de atividade e relação interpessoal entre fisioterapeuta e criança com paralisia cerebral no contexto de intervenção fisioterapêutica. Dynamis revista técnico-científica FURB, 2008.
Xavier, D. Fisioterapia na criança neurológica. Blog Anda Neném. 2015.

 
 


 

sexta-feira, setembro 23, 2016

Movimento Social Pela Educação

O evento tem como principal objetivo abordar a importância do acompanhamento dos pais na vida escolar do filho. A iniciativa é promovida pelo Comitê de Interação entre Família, Escola e Sociedade Organizada de Itajaí (CIFESO), com a Secretaria Municipal de Educação, através do Programa de Gestão Compartilhada da Diretoria de Educação Integral e Ações Educativas.

Acompanhe a vida escolar dos seus filhos!
Aqui no no nosso blog você poderá acompanhar as atividades que realizamos com seu filho! 
Fique ligado!

No dia 19/9/2016 às 9h o CEMESPI contou com a parceria do Marcos Roberto da Silva da Banda Filarmônica e da nossa psicopedagoga Daniela Nascimento para cantar uma música para lembrar a todos a importância deste movimento.

Cartazes elaborados pelos nossos alunos
Aquecimento dos artistas do dia!
Abertura com a Diretora Giseli
 
 
Música: Super Fantástico do Balão Mágico
 
 
 
 

Encontro especial com os pais

Acreditando que os pais têm um papel fundamental na educação dos filhos e que a parceria com estes é uma ótima aliada para a efetivação de uma educação de qualidade, a Psicopedagogia do CEMESPI, realizou no dia 26/8, um encontro com os pais.

 

Diversão Garantida com RITA TITA

Dia 22/8 e 24/8 o CEMESPI convidou a Palhaça divertidíssima Rita Tita para participar da XIII Semana da Pessoa com Deficiência. Os alunos se divertiram e participaram numa excelente interação proporcionada pelas suas músicas e brincadeiras!









 
 
 
 

 
 
 
 
Obrigada Rita Tita

quarta-feira, setembro 21, 2016

PARAJORME

No dia 26/8 nossos educandos e profissionais da Fisioterapia participaram do PARAJORME no Ginásio Jucílio de Castro Fernandes/Coredeiros. Este evento foi realizado pelo Programa Esporte Escolar/SME.