segunda-feira, novembro 05, 2012

Centro de leitura do cérebro não é exigente com a visão

Região cerebral é ativada mesmo quando cegos leem em braille, ou seja, visão e processamento de palavras são atividades separadas

The New York Times: http://ultimosegundo.ig.com.br/ciencia/centro+de+leitura+do+cerebro+nao+e+exigente+com+a+visao/n1238115793940.html

Texto normal ou braille, tanto faz: cérebro processa
palavras na mesma região
A parte do cérebro considerada responsável pelo processamento visual de texto pode não precisar da visão, relatam pesquisadores na revista “Current Biology”.
Essa região, conhecida como área de formação de palavras, processa palavras quando pessoas com visão normal leem. Porém, pesquisadores descobriram que ela também é ativada quando os cegos leem em braile.
“Não importa se as pessoas estão lendo com os olhos ou os dedos”, disse Amir Amedi, neurocientista da Universidade Hebraica de Jerusalém e um dos autores do estudo. “De um jeito ou de outro, elas estão processando palavras”.
A pesquisa refuta a crença, amplamente divulgada em livros didáticos, de que o cérebro é um órgão sensorial, onde várias regiões conduzem atividades dos diferentes sentidos, como visão, audição e tato.
Em vez disso, Amedi afirma que o cérebro é uma máquina de tarefas.
“O que sugerimos é que esta área constrói o formato das palavras, mesmo que a chamemos de área da formação visual de palavras”, disse ele.
Amedi e seus colegas realizaram exames funcionais de ressonância magnética em oito adultos com cegueira congênita, enquanto eles liam em braile.
Ele e seus colegas pertencem a uma pequena comunidade de neurocientistas tentando demonstrar que as regiões do cérebro são multissensoriais. Embora a teoria ainda não seja amplamente reconhecida, ela começou a ganhar aceitação na última década.
“Esperamos que este artigo seja mais um passo para convencer as pessoas”, disse Amedi. “Porém, nem mesmo 10 artigos seriam o bastante para alterar os livros didáticos. Isso pode levar mais uma década, até que possamos provar que não deixamos passar nada”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe sua opinião: