sexta-feira, fevereiro 01, 2013

Preconceito e discriminação

Estudante é impedida de fazer matrícula em universidade por causa de deficiência auditiva. A família de uma estudante portadora de deficiência auditiva buscou ajuda na Defensoria Pública da comarca de Campo Grande depois que a menina, Tábata Larissa Rodrigues Lopes, teve a matrícula rejeitada, no curso de Ciências Biológicas, por uma universidade particular da Capital. Veja matéria na íntegra:
http://www.deficienteciente.com.br/2013/02/estudante-e-impedida-de-fazer-matricula-em-universidade-por-causa-de-deficiencia-auditiva.html
Deficiente Ciente/https://www.facebook.com/photo.php?fbid=419801708099462&set=a.181147205298248.46274.116159961796973&type=1&theater

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe sua opinião: