quinta-feira, março 28, 2013

Indignação!

Isso realmente existe. Em uma entrevista, uma mãe, em lágrimas, relatou que estava na pracinha com o filho que tem Síndrome de Down e veio uma outra criança sem deficiência brincar com ele, quando a mãe dessa criança o viu encostando no "menino doente", o puxou agressivamente, tirou da bolsa álcool e uma toalhinha e limpou as mãos do filho. Muito triste a falta de informação!

Fonte: Patty Lorete

Cães auxiliam em sessões de fisioterapia com crianças em SC

No Vale, animais são treinados para sessões de exercícios de estimulação.

Associação Pequenos Doutores - APD A/E/TAA

A Associação Pequenos Doutores é uma organização sem fins lucrativos, cujo objetivo é levar os benefícios da interação homem-animal às pessoas através de atividade, educação e terapia assistidas por animais.

O auxílio de cães nos exercícios de fisioterapia tem colaborado para o tratamento de pacientes. Recentemente, fisioterapeutas de Itajaí, no Vale, tem usado os animais no tratamento dos pacientes. "O cachorro ajuda a diversificar as atividades, para auxiliar e melhorar os casos dos pacientes", explica a fisioterapeuta Vanessa Ghattáz.

"É uma questão lúdica, e tem comprovações científicas de que funciona", explica a bióloga Maria Paula Mellito da Silveira, bióloga da Associação Pequenos Doutores, que trabalha em parceria com a Univali.

G1
Santa Catarina

26/03/2013 22h49 - Atualizado em 26/03/2013 22h49

Neste ano de 2013 o Cemespi através do serviço de Fisioterapia firmou uma parceria com a Ong Pequenos Doutores, cujo objetivo consiste na utilização da terapia com cães nas atividades propostas aos nossos educandos. 
Confira o trabalho da Bióloga Maria Paula Mellito da Silveira (Univali), o Fisioterapeuta Juliano Marcio Oliveira (Cemespi) com a educanda Jaqueline Silva e a querida Tuca!
 







Vídeo do trabalho!

Máscara de coelhinho!

Vamos brincar de ser coelho!!!!
Fonte:

CERÚMEN | Cera do ouvido

O cerume ou cerúmen, vulgarmente conhecido como a cera do ouvido, é uma substância produzida pelas glândulas dos ouvidos, que tem como função proteger a pele do canal auditivo externo de danos provocados pela água, traumas, corpos estranhos, infecções, etc.

Fonte: Enfermagem 24 horas
O acúmulo de cerume é geralmente assintomático, mas pode, ocasionalmente, causar sintomas incômodos, como a perda de audição, coceira, desconforto ou sensação de ouvido entupido de cera.

Neste texto vamos abordar os seguintes pontos sobre a cera de ouvido:
O que é o cerúmen.
Sintomas do ouvido entupido de cera.
O que causa impactação de cera no ouvido.
Como remover cera do ouvido.
O que é o cerúmen

O cerúmen é uma substância produzida no canal auditivo, que é a parte mais externa do sistema auditivo, localizada entre a membrana timpânica e o orifício da orelha (ver imagem abaixo).

O ragião mais próxima do exterior do ouvido possui glândulas ceruminosas e glândulas sebáceas, responsáveis pela produção de sebo e gordura. A cera do ouvido é o resultado da mistura deste sebo com sujeiras, pele descamada, bactérias, água e restos de pelos que existem no ouvido. A cera é produzida exclusivamente no terço mais externo do ouvido, podendo ser encontrada mais profundamente, perto do tímpano, somente se tiver sido empurrada por cotonetes, grampos, tampa de caneta ou qualquer outro corpo estranho introduzido no ouvido.

O cerúmen é importante para a saúde do ouvido, pois ele serve de proteção contra traumas, ressecamento e bactérias. A cera possui diversas propriedades protetoras, como impermeabilidade à água, presença de anticorpos e um pH ácido (que combatem germes presentes no ouvido), consistência pegajosa, que ajuda a grudar corpos estranhos minúsculos, além de servir como lubrificante do canal auditivo, o que diminui o risco de ressecamento e lesões.

O ouvido externo é "autolimpante". As suas células vão se renovando sempre de dentro para fora, o que faz com que o cerúmen seja naturalmente e continuamente empurrado para fora do ouvido. As pessoas tendem a achar que a existência de pedacinhos de cera do lado de fora do ouvido seja um sinal de excesso de cerúmen ou de ouvido entupido por cera. Na verdade, isto é apenas o ouvido trabalhando adequadamente para eliminar porções de cera antiga.

Sintomas do ouvido entupido de cera

Como já explicado, a cera não é uma doença ou problema de saúde, por isso, a sua simples existência não causa nenhum sintoma.

O problema da cera do ouvido surge quando a mesma fica impactada e causa obstrução do canal auditivo. Neste caso os seguintes sintomas podem estar presentes:
Diminuição da audição.
Sensação de ouvido entupido.
Coceira no ouvido.
Dor de ouvido.
Tosse.
Zumbido.
Tonturas.

Por que a cera fica impactada no ouvido?

Uma das causas mais comuns de entupimento do canal auditivo por cera é o uso de cotonetes ou outros objetos com intuito de limpar o ouvido. O cotonete é muito grande e acaba que empurra a cera muito mais do que consegue remover. O seu uso frequente pode criar um grande rolha no fundo do canal auditivo, fazendo com que o processo de natural de limpeza do ouvido seja incapaz de empurrar todo o cerúmen impactado.

O processo normal de envelhecimento também pode ser um fator de risco. Pessoas mais velhas produzem um cerúmen mais duro e menos lubrificado, que, junto com alterações e agressões à pele que recobre o ouvido, provocam uma redução na capacidade de expulsar a cera.

Pessoas com alterações na anatomia do ouvido, seja de nascença, por infecções frequentes de ouvido ou causada por traumas, podem ter um canal auditivo mais apertado, o que favorece a impactação do cerúmen.

Em alguns casos, porém, não conseguimos encontrar nenhum motivo claro para a ocorrência do entupimento do ouvido por cera. Algumas pessoas simplesmente produzem mais cerúmen do que o ouvido é capaz de eliminar, estando sob risco permanente de criar rolhas de cerúmen.

Como remover cera do ouvido

O cerúmen deve ser removido sempre que o paciente tiver algum dos sintomas descritos anteriormente. Existem basicamente três modos para se remover o excesso de cera dos ouvidos: ceruminolíticos, irrigação ou remoção mecânica pelo otorrinolaringologista.

Os ceruminolíticos são substâncias que podem ser pingadas nos ouvidos com o objetivo de amolecer o cerúmen, facilitando sua expulsão natural. Um dos ceruminolíticos mais conhecidos é o Cerumin®. Gotas de óleo mineral também podem ser usadas. O uso de ceruminolíticos, apesar de serem simples e vendidos sem necessidade de receita médica nas farmácias, não deve ser feito sem orientação de um otorrinolaringologista. Pessoas com lesões do tímpano, dor ou sinais de infecção do ouvido não devem pingar nada sem orientação médica. Há também o risco dos ceruminolíticos ficarem presos atrás da rolha de cera, provocando irritação da membrana timpânica.

A irrigação é outra opção válida para remoção do cerúmen. O procedimento é geralmente feito com um jato de soro morno no ouvido com uma seringa grande de 200ml. O uso prévio de ceruminolíticos ajuda a amolecer a cera e aumenta a eficácia do procedimento. A irrigação também não deve ser feita em pacientes com dor, perfuração do tímpano ou sinais de infecção do ouvido. Apesar de ser um procedimento simples, o mais seguro é evitar o seu uso em casa, sem assistência de um profissional treinado, pois há riscos de perfuração do tímpano e infecção do ouvido se a irrigação for feita de forma errada.

A remoção mecânica do cerúmen é o método mais rápido e eficaz, mas só pode ser feito por um otorrinolaringologista. O médico, com instrumentos especiais, consegue visualizar diretamente o interior do ouvido, podendo remover facilmente o excesso de cera impactada.

Portanto, após o banho, incline a cabeça para o lado e, usando uma toalha envolta no dedo, limpe e enxugue a orelha com segurança.

Caso ainda queira utilizar os cotonetes, tomar cuidado e introduzir apenas a parte que contem o algodão nos ouvidos e gira-lo com movimentos leves, mais do que isso pode causar sérios danos.

Não é preciso alcançar o interior o ouvido!


Texto original no site MD.Saúde: CERÚMEN | Cera do ouvido

Para Coordenação Motora Fina

Uma sugestão da Prof.ª Miriam Frey de Lira
Créditos: Autismus Arbeitsmaterial

Fonte:

quarta-feira, março 27, 2013

Coelhinho da Páscoa - Galinha Pintadinha!

Para nossas crianças da Estimulação Essencial que amam essa galinha fofa!!!!
Feliz Páscoa Crianças!!!!!


Atividades para Páscoa!





Todas as imagens foram retiradas do endereço: https://www.facebook.com/pages/Inspire/312926148767256

Subluxação da cabeça do Rádio

Fonte:

Como abordar uma pessoa surda

Fonte: Comissão De Defesa Dos Direitos Da Pessoa Deficiência

Como ajudar seu filho na hora da lição de casa

http://canaldoensino.com.br/blog/como-ajudar-seu-filho-na-hora-da-licao-de-casa
Sabe qual é a melhor maneira de descobrir se o seu filho está indo bem na escola? Acompanhando a lição de casa dele. Ao participar do dia a dia escolar de seu filho, você consegue perceber se ele está aprendendo o que deveria durante o decorrer do ano. Assim, se perceber que as dúvidas estão se acumulando, você pode procurar a ajuda da escola.
Outra vantagem de saber o que seu filho está estudando é aproveitar para mostrar como tudo aquilo que ele está vendo na escola têm relação com o cotidiano. Como uma reportagem no telejornal sobre a seca, por exemplo. Se seu filho está estudado sobre os efeitos da falta d´água na agricultura, é um bom momento para comentar e deixar que ele fale o que sabe sobre o assunto. “Quando isso acontece, o aprender passa ser algo gostoso, estimulante. E quando a criança descobre o prazer de aprender o interesse pela escola aumenta”, afirma a psicóloga Danila Secolim Coser.
Por isso, vale a pena valorizar a hora da lição e criar um ambiente motivador e favorável ao aprendizado. Confira as dicas do que fazer antes, durante e depois da hora da lição compiladas de entrevistas com: Danila Secolim Coser, psicóloga; Heloisa Padilha, educadora e psicopedagoga; Fátima Regina Pires de Assis, professora de graduação e pós-graduação do curso de Psicologia da PUC-SP; Rose Mary Guimarães Rodrigues, docente do curso de Pedagogia da Unitri (Centro Universitário do Triângulo). Todas as entrevistadas possuem pesquisas ou trabalhos acadêmicos sobre Lição de Casa.

ANTES

1. Entenda seu filho

Uma grande ajuda na hora da lição de casa é saber o que motiva e o que desanima seu filho. Por exemplo, será que ele gosta que você fique por perto ou prefere privacidade? Será que você precisa que você ajude-o a organizar por qual matéria começar ou ele quer decidir isso sozinho?

2.Defina as regras em comum acordo

Converse com seu filho e estabeleçam – juntos – como será a rotina para a lição. Onde será feita, em qual horário, etc. Deixe que ele explique suas preferências e seja flexível. Por exemplo: ele não quer perder o programa de TV favorito. Ajustem o horário de modo que ele tenha este direito garantido. Direito que ele perde se não terminar a tarefa a tempo (caso o combinado seja fazer antes) ou se não desligar a TV logo depois (para ir logo se dedicar à lição).
Lembre-se: o ideal é não alterar a rotina, mas, se for o caso, explique o motivo da mudança.

3. Organize o lugar

Escolham – juntos – o local onde a lição será feita. Mas garanta que ele esteja arrumado e limpo na hora combinada. Se for a mesa da cozinha, por exemplo, nada de alimentos ou pratos na hora da lição, hein?
Lembre-se: o bem-estar é superimportante. Verifique a temperatura do ambiente, a iluminação, a ventilação. Quanto mais confortável ele estiver, melhor!

4. Acabe com a distração

Desligue a televisão e o rádio e tente eliminar – ou diminuir -outros sons que atrapalhem a concentração. Ajude seu filho a se concentrar na tarefa!

5. Fique de olho na disposição dele

Na hora da lição, seu filho precisa estar bem disposto. Ou seja: não pode estar cansado, com fome, irritado, distraído… O melhor neste caso é resolver o problema primeiro. E isso vale para você também! Resolva essas questões antes de começar!

6. Confira se todo o material necessário está disponível

Parar a lição para procurar onde está o lápis de cor, a régua ou o dicionário só ajuda a tirar o foco da tarefa. Organize tudo antes de começar para não haver dispersão!

DURANTE

7. Respeite o momento

Todos em casa devem saber que a lição está sendo feita e contribuir, evitando interrupções, barulhos desnecessários ou ações que tirem a concentração e o foco de quem está estudando.

8. Veja se seu filho sabe o que é para ser feito

Pergunte se ele tem dúvidas sobre o que o professor pediu para fazer e coloque-se à disposição para ajudá-lo.

9. Auxilie em caso de dúvidas

Se seu filho tiver uma dúvida, ajude-o. Mas não responda por ele. Sugira que ele procure exemplos parecidos no livro ou no caderno, ou então, ajude-o a pensar sobre o assunto até que ele chegue à sua própria conclusão.

10. Ocupe-se com coisas parecidas

Enquanto ele faz contas, que tal dar uma olhada no orçamento? Se ele vai produzir um texto, aproveite para fazer alguma anotação. O ideal é não parecer que se está fazendo algo mais interessante do que ele – como jogar no computador, por exemplo, ou ver TV.

11. Incentive-o a rever a lição

Olhar a lição de novo depois de terminada é uma boa prática. Se ele pedir para você rever com ele, valorize o esforço e não aponte diretamente os erros. Caso encontre coisas incorretas e perceba que ele tem condição de localizar o erro, estimule-o comentando. “Que tal rever este trecho ou esta conta, veja se está tudo certo ou se encontra algo errado?”. Elogie-a se ele encontrar o problema e jamais brigue se isso não ocorrer.

DEPOIS

12. Veja se a lição foi corrigida

Será que a lição de casa foi corrigida? A falta de correção da lição pode desestimular seu filho. Afinal, ele pode entender que de nada valeu tanto esforço. Caso isso se repita sempre, é interessante conversar na escola – com o professor ou com o coordenador.

13. Elogie os acertos e não aponte os erros

Seu filho acertou todos os exercícios da lição passada? Ele merece que você lhe dê parabéns! Mas se errou muitos, nada de briga. Pergunte se, com a correção do professor ele entendeu porque errou. Se a resposta for negativa, estimule-o a tirar dúvidas diretamente com o professor. E acompanhe.

14. Informe o professor em caso de dificuldade

Seu filho deveria ter condição total de fazer a lição de casa sem achá-la muito difícil ou complicada. Afinal, se a lição foi passada, é porque o professor já explicou aquele conteúdo. Às vezes pode ser apenas uma dificuldade pontual e neste caso, estimule seu filho a tirar dúvidas com o professor. Caso isto se torne frequente, o melhor é ir até a escola para identificar onde está o problema.

Até mais!
 Canal do Ensino | Guia Gratuito de Educação

Cartilha Escolar: Palavras Para Alfabetização , Letras do Alfabeto de A até Z


Leitura, Imagem e Som de Palavras Iniciadas Com as Letras do Alfabeto A até Z


terça-feira, março 26, 2013

Brinquedos feitos pelas crianças

Esta semana vamos falar sobre brinquedos feitos pelas crianças com materiais simples que tenham em casa. Na figura temos mais uma obra de arte do André Sapekinha de 9 anos é um Omnetrix (aquele mesmo do Bem 10). Em dois anos ele ganhou uns cinco omnetrix , quebrou , perdeu daí ele resolveu fazer o seu próprio brinquedo. Fez o mesmo efeito de todos os outros e ele continua se transformando em vários alienígenas pela casa.
As crianças são imensamente criativas. Se estimuladas vão longe. O ato de brincar comprovadamente é um momento de aprendizagem significativa para elas. Na brincadeira elas representam o mundo a partir de suas concepções.
Os jogos simbólicos, mais comumente encontrados nas brincadeiras das crianças a partir dos seis anos, são assim chamados por estar sempre cheios de imaginação e símbolos.
A criança pode brincar sozinha por várias horas sem interrupção, qualquer objeto, até um pedaço de madeira ou uma pedra se transforma em um boneco, num monstro, numa arma de laser. Os meninos são mais propensos a se isolarem neste mundo de imaginação e viajarem sozinhos em suas fantasias. As meninas também gostam de brincar de escolinha ou de casinha, mas preferem a companhia de outras crianças.
Muitos pais ficam preocupados ao ver o filho falando sozinho, alguns incorporam personagens de filmes e desenhos animados (quem não se lembra do filme “A creche do Papai 1” onde um dos personagens não tirava a roupa do Flash nem para tomar banho). Mas até aos onze anos é normal encontra-los perdidos em seu mundo cheio de imaginação. Entretanto, também se deve ter cuidados até que ponto elas levam a sério suas brincadeiras, já vi relatos de crianças que caíram de muro, de um sofá, tentando voar que nem um super herói, que se queimaram tentando dominar o fogo como o Avatar ( mangá chinês) sem falar nas lutas entre irmãos onde um machuca o outro porque eles não acreditam que aquela brincadeira trará dor ou algum dano para o outro.
Mas voltando para a construção dos brinquedos estimule seu filho para desenhar, recortar e criar seus próprios brinquedos. Deixe os rasgar, cortar, jogar fora, fazer novamente tudo isto trará inúmeros benefícios a seu desenvolvimento motor, cognitivo e afetivo. Participe das brincadeiras, entre no mundo da imaginação dele. Seja um alienígena, um mutante, um super herói ou um vilão, brinque também, crianças não precisam só ganhar brinquedos caros e modernos , precisam de estímulos simples , cotidianos, de se sentirem amadas, protegidas e principalmente valorizadas.
Momento Psicopedagógico:
É através da brincadeira (hora do jogo) que o psicopedagogo pode analisar alterações no comportamento e na aprendizagem de uma criança. Brincando ela dá sinais da realidade do seu cotidiano, de suas angustias e desejos.

Por: Jossandra Barbosa

Fonte: Psicopedagogiando

segunda-feira, março 25, 2013

Exposição ‘Pintou a Síndrome do Respeito’ reúne obras de arte feitas por artistas com Síndrome de Down

Na quinta-feira dia 2/31, data em que se comemora o Dia Internacional da Síndrome de Down, o Instituto Olga Kos de Inclusão Cultural realizou a exposição “Pintou a Síndrome do Respeito” na Galeria Olido. A mostra, que reúne obras feitas por artistas com Síndrome de Down, acontece de terça a sábado, das 13h às 20h, e aos domingos, das 13h às 19h, até 21 de abril, com entrada Catraca Livre.
Resultado de oficinas de arte, fotografia e escultura realizadas ao longo dos seis anos de existência do instituto e que foram ministradas por artistas plásticos de renome, as mais de 30 obras são releituras de peças de arte conhecidas, feitas pelos alunos do local.

Confira abaixo algumas das obras expostas:
OficinaClaudioTozzi_-_APAE

OficinaClaudioTozzi_-_APAE

Marcela Lima em
Oficina_Marysia_Portinari

Oficina_Marysia_Portinari

Marcela Lima em
Oficina_Isabelle_Tuchband

Oficina_Isabelle_Tuchband

Marcela Lima em


Saúde Sem Limites


  Saúde sem Limite        A Rede de Cuidados à Pessoa com Deficiência, apoiada na portaria 793/02, busca qualificar a atenção a saúde por meio da criação, ampliação e articulação de pontos de atenção à saúde para pessoas com deficiência temporária ou permanente; progressiva, regressiva, ou estável; intermitente ou contínua, no âmbito do Sistema Único de Saúde (SUS).
 São objetivos gerais da Rede de Cuidados à Pessoa com Deficiência:

I - ampliar o acesso e qualificar o atendimento às pessoas com deficiência temporária ou permanente; progressiva, regressiva, ou estável; intermitente ou contínua no SUS;
II - promover a vinculação das pessoas com deficiência auditiva, física, intelectual, ostomia e com múltiplas deficiências e suas famílias aos pontos de atenção; e
III - garantir a articulação e a integração dos pontos de atenção das redes de saúde no território, qualificando o cuidado por meio do acolhimento e classificação de risco.
Informação retirada do site www.saude.gov.br

Alfabeto em 3D

Ótima idéia para ensinar o alfabeto para os alunos. Se você tem um espaço na sala de aula, você pode organizar com caixas de papelão (caixas são folhas perfeitas) esta pequena prateleira alfabeto onde cada item corresponde a uma carta, na qual os objetos são colocados começando com a letra correspondente.
A instalação é muito simples, basta ligar as caixas entre si utilizando cola e reforçada com braçadeiras especiais para o papel, e colocados dentro de uma folha de papel colorido com letras impressas em tamanho grande.

Crianças terá o prazer de ajudar a montar e aprender as letras muito mais rápida e segura do alfabeto.
Fonte: actividadesinfantil.com

Via: Síndrome de Asperger - Autismo infantil

Diferentes?

"Não é que você seja diferente, mas é que ninguém consegue ser igual a você." (William Shakespeare)
 
Imagem: ASPAU
Fonte: Silvina Peirano
Via: Deficiente Ciente
 

EDITAL DE REGISTRO DE CHAPA Nº 03/13



                                    EDITAL DE REGISTRO DE CHAPA Nº 03/13


            Comunicamos aos interessados que concorrerão aos cargos da Diretoria e Conselho Fiscal da APP e Conselho Escolar que:

·        O registro de chapa da APP deverá ser apresentada em três vias;
·        Os candidatos ao Conselho Escolar deverão inscrever-se individualmente;
·          Para concorrer aos respectivos cargos, os candidatos da APP e Conselho deverão comparecer à Secretaria da Comissão Eleitoral até o dia 03/04/13 às 17h;
        
         Outras informações ou esclarecimentos poderão ser obtidos junto a Comissão Eleitoral.


Itajaí, 20 de março de 2013.

Giseli Cardoso Müller
Presidente da Comissão Eleitoral

Abécio Osvaldo Maestri
Presidente da APP

Mariana de Souza
Presidente do Conselho Escolar

Cristiane da Silva
Diretora do Cemespi

EDITAL Nº 02/13


RETIFICAÇÃO Nº 01 DO EDITAL DE CONVOCAÇÃO Nº 01/13 DA ELEIÇÃO DA APP E CONSELHO ESCOLAR.


Ficam convocados todos os senhores associados da Associação de Pais e Professores do Cemespi a fim de participarem da eleição da Diretoria e do Conselho Fiscal e do Conselho Escolar, para o dia 04/04/2013 (quinta-feira) das 8h às 19h sem intervalo para almoço.

Itajaí, 20 de fevereiro de 2013.


Giseli Cardoso Müller
Presidente da Comissão Eleitoral

Abécio Osvaldo Maestri
Presidente da APP

 Mariana de Souza
Presidente do Conselho Escolar

Cristiane da Silva
Diretora do Cemespi

ASSEMBLEIA GERAL DE PAIS



No dia 25/02/13 às 19h no Auditório da Prefeitura de Itajaí foi realizado o primeiro encontro com os pais, vejm a pauta!

      PAUTA

  • ACOLHIDA DIREÇÃO
  • APRESENTAÇÃO EQUIPE DE PROFISSIONAIS
  • CALENDÁRIO ESCOLAR 2013
  • INÍCIO ATENDIMENTOS/HORÁRIOS
  •  CRITÉRIOS PARA AGENTE DE APOIO EM EDUCAÇÃO ESPECIAL
  •  TRANSPORTE
  • TERMO DE RESPONSABILIDADE/FALTAS
  •  NOVA SEDE DO CEMESPI
  • ELEIÇÕES APP E CONSELHO ESCOLAR (PRESTAÇÃO DE CONTAS E APRESENTAÇÃO DA APLICAÇÃO DOS RECURSOS MANDATO 2011-2013)
  • DIVULGAÇÃO DO BLOG DO CEMESPI
  •  PROJETO EDUCAÇÃO FISCAL
  •  ENCERRAMENTO
Abertura com Diretoras Cristiane e Cleusa
Equipe
Equipe
Interpretação
Representante da Equipe da Nova Sede do Cemespi - Aline (Fonoaudióloga)

Administradora Giseli Falando sonbre eleições App E Conselho Escolar (Prestação de contaseE apresentação da aplicação dos Recursos Mandato 2011-2013)
Psicóloga Greice falando sobre o projeto educação fiscal
Finalizando com Parabéns a Fernanda - Psicóloga que faria aniversário dia 26/3