sexta-feira, maio 31, 2013

O ATO DE ESCREVER A MÃO É UM EXERCÍCIO PARA O CÉREBRO

Via Blog Neurociências Em Benefício da Educação
Por Ana Lúcia Hennemann - out/2012

A tecnologia está cada vez mais presente em nosso cotidiano. A maioria de nossos textos são produzidos via teclado, isso é bom ou é ruim? No Brasil já existem escolas que disponibilizam laptops aos alunos; mas, de acordo com a neurocientista Karin Harman...

Na metade do ano de 2011 alguns jornais anunciavam o fim da escrita cursiva na maioria das escolas dos EUA. Entretanto no início deste ano (2012) a neurocientista Karin James Harman(foto) apresentou um projeto no sentido de conscientização de qual o papel da escrita no processo de aprendizagem.
Apesar de grande debate, Harman testemunhou a favor da inclusão da escrita cursiva nos currículos de todas as escolas públicas. Para a realização da pesquisa, as crianças escreviam cartas à mão e depois submetiam-se a uma ressonância magnética. Nestas, a atividade neural no cérebro mostrava-se mais avançada do que aquelas que digitavam no teclado. “A caligrafia envolve circuitos cerebrais diferentes do que a digitação. O contato de direção, e a pressão da caneta ou lápis envia uma mensagem para o cérebro. E o processo repetitivo da caligrafia "integra vias motoras no cérebro", disse ela.
Também, em pesquisa feita com universitários, comprovou-se que aqueles que escreviam suas anotações a mão, lembravam-se com mais facilidade do conteúdo do que os que faziam o registro em materiais tecnológicos.
Segundo a neurocientista o ato de digitar não tem o mesmo efeito que o ato da escrita. Pois conforme suas pesquisas: - a caligrafia pode mudar a forma como as crianças aprendem e desenvolvem seus cérebros. Sendo que as crianças pesquisadas conseguiram elaborar frases mais completas e criativas utilizando-se da escrita, do que as que utilizaram o teclado.
No entanto, os cientistas ainda não determinaram os benefícios do ensino ou não da letra cursiva, pois o que ficou comprovado é a questão da escrita no papel ao invés da escrita digitalizada. A escrita é um fator importante na promoção do desenvolvimento do cérebro e cognição, em aperfeiçoar as habilidades motoras finas, e em gerar, desenvolver e expressar ideias mais rapidamente.
Para aqueles que acham que ter letra legível é apenas uma questão de treino de caligrafia, enganam-se. Pois se faz necessário todo um trabalho de psicomotricidade começando pela motricidade ampla (“do corpo para o braço”) até chegar à motricidade fina (“do braço para o movimento dos dedos”)

Visite, conheça e curta a página ''Pedagogicamente falando''.



quarta-feira, maio 29, 2013

Dia do Desafio!

A Secretaria de Educação mobiliza estudantes, servidores e funcionários nesta quarta-feira (29), para a realização de atividades físicas
Todas as unidades de ensino da Rede Municipal de Itajaí e servidores do órgão central da Secretaria de Educação já confirmaram participação no Dia Internacional do Desafio, celebrado na próxima quarta-feira (29). Durante este dia, cerca de 28 mil estudantes e 3 mil funcionários e servidores irão participar de atividades físicas, como caminhadas, danças ou alongamentos.
Cada unidade irá propor uma atividade física específica.
Com o tema "Você se mexe e o mundo mexe junto", neste ano, o Município de Itajaí irá competir com a cidade chilena Recoleta, que conta com quase 153 mil habitantes. A competição entre as cidades leva em conta o percentual de habitantes mobilizado em cada localidade. No dia 29 de maio, pessoas de todas as idades se envolvem em uma competição amigável entre cidades do mesmo porte, com o intuito de mobilizar a maior porcentagem de participantes em algum tipo de atividade física, por pelo menos 15 minutos.

Sobre o Dia do Desafio

O Dia do Desafio é um evento mundial que visa estimular a prática de atividades físicas. Promovido mundialmente pela TAFISA (The Association dos International Sport for All), e no Brasil é coordenado pelo SESC-SP e organizado pelos departamentos regionais do SESC em todo o País em parceria com prefeituras municipais e diversos agentes mobilizadores locais.
A história do movimento teve origem no Canadá, em 1983, quando, durante um rigoroso inverno, o prefeito de uma cidade convocou os moradores a saírem de suas casas em determinado dia e horário para dar a volta em torno do quarteirão. A ideia teve sequência e começou a ser praticada anualmente, em cada vez mais cidades, convidando a população a praticar, durante um dia, pelo menos 15 minutos de atividades físicas. No Brasil, começou a ser realizada pelo SESC-SP, em 1995.

Competição

A competição entre as cidades leva em conta o percentual de habitantes mobilizado em cada localidade. A comunidade que conseguir o maior percentual de participantes, em relação ao total de habitantes, ganha a competição. A competição serve para estimular a prática de atividades físicas e quem sai ganhando são os envolvidos, que exercitam a integração social, a criatividade, a liderança e o espírito comunitário.

 Escrito por Karoline Gonçalves 
 http://educacao.itajai.sc.gov.br/index.php?option=com_content&view=article&id=1417:rede-municipal-de-educacao-participa-do-dia-internacional-do-desafio

























CEMESPI NA TVMCA

Na última quinta-feira, a Diretora Geral Cristiane da Silva e a psicóloga Greice Rauber Alves, deram uma entrevista a TVMCA, onde informaram sobre o funcionamento do Centro.

Confira entrevista no vídeo abaixo:
 


Fonte:TVMCA Viva Bem 23/05/13 part2/5
http://www.youtube.com/watch?v=7OKLe9T4xQY

Projeto Educação Fiscal

A área da Surdez preparou um vídeo muito interessante sobre Educação Fiscal que você poderá conferir a seguir!
 
  
https://www.youtube.com/watch?v=DH77mX1HdPs

PROJETO ED FISCAL 1 CIDADANIA  Elisa Maganhoto

Conferência Nacional de Educação

Secretaria de Educação sedia etapa municipal da CONAE.  O encontro ocorrerá nesta terça-feira (28), às 14 horas, onde serão discutidos os rumos da educação brasileira
O CEMESPI está com um representante que foi escolhido para ser membros do Fórum Municipal de Educação de Itajaí: Prof. Eliane Caetano Venturella - responsável pelas Instituições de Educação Especial
Representantes de pais, alunos, professores, gestores do sistema educacional do município; além de agentes públicos e membros da sociedade civil se reúnem na Sede da Secretaria de Educação do Município de Itajaí para discutir os rumos da educação brasileira. O encontro ocorrerá na terça-feira (28), às 14 horas, onde serão debatidas as questões da diversidade e inclusão nas escolas, acesso e permanência do aluno no sistema escolar, qualidade da educação e aprendizagem, dentre outros eixos.
"Esta é uma excelente oportunidade da comunidade escolar participar dos rumos da educação nacional. Conferir as proposições do governo federal e então sugerir ações e contribuir para a melhoria da educação", ressalta o Secretário Municipal de Educação. Neste mesmo dia serão selecionados os representantes para a etapa regional, que será realizada no dia 04 de outubro de 2013, onde serão escolhidos os representantes da "Conferência Nacional de Educação" (CONAE), prevista para ocorrer em fevereiro de 2014, em Brasília (DF).
A etapa municipal foi precedida de diversas discussões nas unidades de ensino do sistema educacional de Itajaí (incluindo unidades públicas e privadas). "Debatemos cada item do documento da CONAE com bastante interesse. Pudemos observar que quanto mais democrática e maior a participação e o envolvimento de toda comunidade escolar, mais qualidade teremos na educação", ressalta a coordenadora de um Centro de Educação Infantil da Rede Municipal.
 O tema da Conferência neste ano é "Plano Nacional de Educação na Articulação do Sistema Nacional de Educação: Participação Popular, Cooperação Federativa e Regime de Colaboração".
  
O que é a CONAE?

A Conferência Nacional de Educação – CONAE é um espaço democrático aberto pelo Poder Público para que todos possam participar do desenvolvimento da Educação Nacional. Está sendo organizada para tematizar a educação escolar, da Educação Infantil à Pós Graduação, e realizada, em diferentes territórios e espaços institucionais. Estudantes, pais, profissionais da educação, agentes públicos e sociedade civil organizada de modo geral, têm em suas mãos, a oportunidade de conferir os rumos da educação brasileira.

 Escrito por Karoline Gonçalves
Fonte:  http://educacao.itajai.sc.gov.br/index.php?option=com_content&view=article&id=1414:conferencia-nacional-de-educacao

Veja os representantes:


MEMBROS DO FÓRUM MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO DE ITAJAÍ

Secretaria Municipal de Educação, representada por:
Gabinete do Secretário
EDISON D’ ÁVILA
Coordenação Técnica
Titular: SANDRA CRISTINA VANZUITA DA SILVA
Suplente: IÊDA MARIA PASCUO MENEGHETTI
Diretorias Pedagógicas
Titular: SILVANA REIG PADOAN        
Suplente: SUELI DA COSTA

Comissão de Educação e Cultura da Câmara de Vereadores
DULCE MARIA AMARAL PEREIRA

Conselhos Municipais
Titular: Conselho Municipal de Educação (COMED)
CARLOS ROBERTO NASCIMENTO
Suplente: Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do adolescente (COMDICA)
 VALÉRIA DO AMARAL SILVEIRA                             

Instituições de Ensino Superior
Titular: Universidade do Vale do Itajaí (UNIVALI)
CÁSSIA FERRI
Suplente: Instituto Fayal de Ensino Superior (IFES)
JOSÉ DANIEL TAVARES

Instituições de Educação Profissional e Tecnológica
Titular: Instituto Federal de Santa Catarina (IFSC)
DÉBORA MAGNA SANTOS COSTA DE SOUZA
Suplente: Serviço Nacional de Aprendizagem Institucional de Santa Catarina (SENAI)
LUCINEI JOSÉ NIADA

Sindicato dos Trabalhadores em Educação
Titular: Sindicato dos Servidores Públicos Municipais da Região da Foz do Rio Itajaí (SSPMRFRI)
OSMAR MACIEL
Suplente: Sindicato dos Professores de Itajaí e Região (SINPRO)
 ROBERTA PEINADOR

Movimentos de afirmação da diversidade étnicorracial, representados por
Titular: Associação Grupo Mariama
ALESSANDRA CRISTINA OLIVEIRA DA SILVA
Suplente: Secretaria de Relações Institucionais e Temáticas (SERIT)
GRAZIELA CRISTINA GONÇALVES

Escolas Particulares de Itajaí
Titular: Centro Educacional Meu Cantinho
IRANI NATÁLIA REIS
Suplente: Centro Educacional Meu Cantinho
ALESSANDRA REIS GARCIA CABRAL

Gerência Regional de Educação - Itajaí
Titular: NÁDIA MARIA DE SOUZA PAULO
Suplente: NÁDIA MARIA DA SILVA
             
Instituições de Educação Especial, representadas por:
Titular: Centro de Educação Alternativa de Itajaí (CEMESPI)
ELIANE CAETANO VENTURELLA
Suplente: Gerência Regional de Educação – Itajaí
LUCÉLIA SARDÁ

Representante dos Gestores, representado por:
FABIANA HENRIQUE

Representante dos Trabalhadores em Educação, representado por:
ROSEMERI RÉGIS GOULART

Representante dos Alunos, representado por:
LETÍCIA LOPES DO AMARAL

Representante dos Pais/Mães, representado por:
TELMA PEREIRA VIOTO

MIC - Carnaval da Vila!

O CEMESPI está se preparando para a participação da MIC e o tema deste ano é sobre MEMÓRIA: Bairro Vila Operária, e nosso foco será o "Carnaval da Vila". Confira as fotos!

CARNAVAL NA VILA

O MELHOR CARNAVAL DE SALÃO DE TODOS OS TEMPOS - CARNAVAL NA SOCIEDADE RECREATIVA E CULTURAL DA VILA.
http://clubedosentasitajai.blogspot.com.br/2012_04_01_archive.html
 
 
 
  
 
 

quinta-feira, maio 16, 2013

Guia de Estimulação para Crianças com síndrome de Down

Guia de Estimulação para Crianças com síndrome de Down

A coleção Guia de Estimulação para Crianças com Síndrome de Down foi desenvolvida pelo Movimento Down em parceria com especialistas para que mães e pais possam colaborar no desenvolvimento de seus filhos com exercícios simples do dia a dia.
Para que a criança possa atingir uma determinada fase do desenvolvimento, ela precisa ser estimulada. A estimulação procura oferecer condições para que ela possa desenvolver suas capacidades desde o nascimento. Isto se aplica a todas as crianças, com ou sem síndrome de Down.
Uma boa estimulação realizada nos primeiros anos de vida pode ser determinante para o desenvolvimento das pessoas com síndrome de Down em diversos aspectos, como desenvolvimento motor e comunicação. Clique no link para fazer o download do conteúdo:
- de 0 a 3 meses
- de 3 a 6 meses
de 6 a 9 meses
- de 9 a 12 meses

Fonte:  http://www.movimentodown.org.br/2013/04/guia-de-estimulacao-para-criancas-com-sindrome-de-down/  -  http://www.movimentodown.org.br/

Educação Fiscal

No projeto educação fiscal, os educandos da psicologia foram convidados a pesquisar no google maps seus endereços e observarem o bairro, dando opiniões sobre possíveis melhorias. Alguns relataram a necessidade de posto de saúde, esgoto, calçadas e até lugares para recreação das crianças como fez o educando Brian. Ele, estão, "projetou" a praça com parque e construiu o mesmo com massa de modelar. Confira as fotos com a Psicóloga Fernanda Cristina Deschamps.





Receber o aluno com deficiência na sala de aula não significa inclusão

Não atendemos síndromes, doenças ou patologias, mas sim uma criança, um aluno, um adolescente, adulto que tenha alguma diferença. Isso é cultural e por isso leva-se tempo para que a cultura da patologia e modelo médico se dissolva para vermos pessoas no lugar de doenças. Veja matéria na íntegra: http://migre.me/ezu0V

 

 

Encontro de surdos

 
  

Dias úteis para consultas!

Agora é lei! As operadoras de planos de saúde devem respeitar os prazos máximos para atendimento.

Dez dias úteis para: consultas com fonoaudiólogo, nutricionista, psicólogo, terapeuta ocupacional ou com fisioterapeuta; atendimento em regimento hospital-dia e demais serviços de diagnóstico e terapia em regime ambulatorial.

Outros prazos: http://goo.gl/386rb