terça-feira, setembro 17, 2013

Programação para o Dia do Surdo - Cemespi



 
Turma da Surdez em caricatura
  A comunidade surda do Brasil comemora no dia 26 de setembro, o Dia nacional do Surdo, neste dia é comemorado a inauguração da primeira escola para Surdos  do país no ano de 1857, com o nome de Instituto Imperial de Surdos-Mudos do Rio de Janeiro, e conhecida atualmente como “Instituto Nacional de Educação de Surdos” (INES), que é composta por uma escola de aplicação e uma faculdade. A data de comemoração foi instituída oficialmente através da Lei Federal nº 11.796, em 29 de outubro de 2008, que foi oficialmente marcada para celebrar e relembrar as lutas históricas por melhores condições de vida, trabalho, educação, saúde, dignidade e cidadania, das quais os Surdos conquistaram.
Este projeto visa esclarecer um pouco sobre a história da educação de surdos e como tudo aconteceu.
Esta história começou em 26 de setembro de 1857, durante o Império de D. Pedro II, quando o professor francês Hernest Huet fundou com o apoio do imperador a Escola “Imperial Instituto de Surdo Mudos”. Huet era surdo, na época, o Instituto era um asilo, onde só eram aceitos surdos sexo masculino, eles vinham de todos os pontos do país e muitos eram abandonados pelas famílias.
            A comunidade surda conquistou a oficialização da Língua Brasileira de Sinais (Libras) no país em 2002, que possibilitou grande mudança em relação ao acesso à informação; reconhecimento da profissão de Tradutor/Intérprete de Língua de Sinais/Língua Portuguesa em 2011; acessibilidade a televisão através da janela de Libras ou da legenda oculta impulsionada pela Lei de Acessibilidade de 2000. E a possibilidade de comunicação à longa distância entre surdos, através das tecnologias avançadas.
            Os profissionais da Área da Sudez do CEMESPI tem como  objetivo deste projeto, criar a Semana da Pessoa Surda, pois através desta Semana, gostaríamos de promover atividades diferenciadas aos nossos educandos surdos, bem como, aos educandos de outras instituições, criando parcerias. Pretendemos convidar o Setor de Atendimento a Pessoa Surda (SAPS)  e a Associação de Pais e Amigos dos Deficientes da Audição (APADA), para somarmos força na divulgação da LIBRAS e para sensibilizarmos a sociedade.
 
Mãos dos profissionais dizendo LOVE.

 Descrição das atividades que pretendemos realizar

Dia: 23 / 09 (Segunda – feira)

Atividades internas no CEMESPI
Teatro: “A ideia que a borboleta trouxe”

Apresentaremos um teatro a todos os educandos do CEMESPI, na sala de espera, o Instrutor Luiz fará uma fala a respeito das conquistas realizadas e a história dos surdos.
Horário: 09h45min (Matutino)
               15h (vespertino)

Dia: 24 / 09 (Terça – feira)

Passaremos o dia no clube Itamirim realizando gincanas e trocas de experiências, sendo uma vivência, linguisticamente, enriquecedora;

Solicitaremos um transporte;

O Cemespi disponibilizará o almoço que será levado ao clube Itamirim;

Os quinze (15) educandos da área da surdez virão no Cemespi para tomar o café da manhã às 08h30min;

Ás 9 h todos os profissionais e os educandos vão de transporte até o clube Itamirim;

No almoço, todos ficarão no clube para almoçar. Os profissionais levarão os refrigerantes. No caso de intérprete, quem não tem atendimento em sala de aula, desejamos convidá-lo para visitar o clube no período matutino e vespertino, exceto do almoço;

Solicitaremos aos educandos que cada um leve um prato para o lanche da tarde;

Enviaremos um pedido à mãe da aluna Tamires da doação de um bolo de chocolate;

As 16h encerram-se as atividades e todos retornam ao Cemespi.

Lista dos educandos:
Os nomes dos profissionais
- Tamires Martins Fransozi;
- Marielle Cristina da Silva Odorizzi;
- Sueli Beatriz dos Passos;
- André Luiz Marques dos Passos;
- Kauê Brian Caetano;
- Vitor Hugo do Nascimento;
- Pablo Roberto Nicoletti;
- Willian Rodrigo Leal;
- Antonio Estivalez Franco Filho;
- Ainõa Marcelo Santana Fernandez;
- Wellington Eliseu Nicoletti;
- Lucas Daniel Antoniassi Fernandez;
- Willian Vieira Pasqualini;
- Fernanda Messias M. da Silva;
- Felipe Fernando Bezerra.
- Gustavo Brustolin;
- Cristiane Brustolin;
- Tatiane Lui;
- Alexsandra Vitorino;
- Sany;
- Elisa;









Dia: 25 / 09

DIVULGAÇÃO DA LIBRAS
NA RUA HERCÍLIO LUZ
PARCERIA DA APADA

Com uma barraca e um carrinho confeccionado em parceria com a APADA, realizaremos sensibilização aos que passarem pelo local.

Faremos e encaminharemos um ofício à prefeitura para liberação do uso do local;

Neste dia no período matutino o instrutor Gustavo e a intérprete Alexsandra ficarão no CEMESPI para o atendimento dos educandos;

No período vespertino, todos os profissionais da área da surdez, irão para a exposição, pois não há atendimento.

Os profissionais irão até a Rua Hercílio Luz com transporte particular.

Dia: 26 / 09

DIVULGAÇÃO DA LIBRAS
NA RUA HERCÍLIO LUZ
PARCERIA DO SAPS E DA APADA

Continuação da exposição;

Neste dia no período matutino a professora bilíngüe, Elisa e a intérprete Alexsandra ficarão no cemespi para o atendimento dos educandos;

No período vespertino a professora bilíngüe, Elisa e a intérprete Sany ficarão no cemespi para atendimento dos educandos;

Os profissionais irão até a Rua Hercílio Luz com transporte particular.
 
Educandos
Educandos
Educandos e profissionais
Educandos e profissionais

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe sua opinião: